Palavras ao Vento

 

Se as minhas palavras não ecoam

Entre as montanhas, quando solto a minha voz...

Nem quando solto o meu canto com dignidade,

Assim como os passarinhos cantam em liberdade...

(...) Só ouço o meu silêncio nesse manifesto atroz.

 

Se as minhas palavras não envolvem tais sentimentos,

Enquanto que nessa aurora, quando nasce o raio de sol...

Minhas palavras vão ao vento e não ecoam nesse arrebol.

Silencio-me e vejo um bailado daqui p’ra acolá do vento...

Mas....., minha voz não quer calar um só momento!

 

O sol do meio dia vem aquecer a minha extrema agonia.

Já cansado de esperar o inesperado eco que não ouvia...

Mesmo quando solto o meu gemido na desesperabilidade...

Minha canção quer encontrar minh’alma do outro lado

Da sombra, onde dorme o meu longínquo canto calado.

 

Se a minha voz não ressoa entre esses belos montes...

Assim como o sol vai se pondo, calado, no horizonte...

Silencioso, tal como as minhas palavras vão em vão...

Dia a dia, vejo no céu, nos mares e nos lindos arvoredos,

A sombra de minha voz surgir nas águas e rochedos.

 

Se as minhas palavras vão ao vento e não retornam

Dessas lindas montanhas... Minhas lágrimas formam

Cachoeiras que deságuam no mar, meu choro a chorar;

Nem mesmo um soluçar das águas a ecoar. Um algoz

Num vento cálido a soprar meu gemido e minha voz.

 

E quando a noite vem..... Chegando bem de mansinho,

No meio dessa vasta floresta, sinto-me sozinho...

Sombreado no meio da mata, onde num deserto achei

A minha desesperança, e vou ensimesmando-me tristonho,

Nessa sombra ilusória onde tentei viver um só sonho.

 

Pouco a pouco, as estrelas vão surgindo no firmamento...

Tão lindo... Tão naturalmente vão clareando todo o céu;

A lua, doirada, cheia de ternura nesse entrelaçamento...

Vem resplandecendo sobre a aba do meu chapéu;

É quando, de repente  ouço a minha voz ao léu... Ao léu...

 

(((((AO LÉU))))), ((((AO LÉu)))), (((AO Léu))), ((AO léu)), (Ao léu)...

 

 Paulo Costa (Pacco)



Paulo *18h25





- 01/07/2017 a 31/07/2017
- 01/03/2017 a 31/03/2017
- 01/11/2016 a 30/11/2016
- 01/03/2016 a 31/03/2016
- 01/01/2016 a 31/01/2016
- 01/12/2015 a 31/12/2015
- 01/10/2015 a 31/10/2015
- 01/08/2015 a 31/08/2015
- 01/07/2015 a 31/07/2015
- 01/05/2015 a 31/05/2015
- 01/04/2015 a 30/04/2015
- 01/03/2015 a 31/03/2015
- 01/02/2015 a 28/02/2015
- 01/01/2015 a 31/01/2015
- 01/12/2014 a 31/12/2014
- 01/11/2014 a 30/11/2014
- 01/08/2014 a 31/08/2014
- 01/07/2014 a 31/07/2014
- 01/05/2014 a 31/05/2014
- 01/04/2014 a 30/04/2014
- 01/03/2014 a 31/03/2014
- 01/02/2014 a 28/02/2014
- 01/12/2013 a 31/12/2013
- 01/10/2013 a 31/10/2013
- 01/09/2013 a 30/09/2013
- 01/08/2013 a 31/08/2013
- 01/07/2013 a 31/07/2013
- 01/06/2013 a 30/06/2013
- 01/05/2013 a 31/05/2013
- 01/04/2013 a 30/04/2013
- 01/03/2013 a 31/03/2013
- 01/02/2013 a 28/02/2013
- 01/01/2013 a 31/01/2013
- 01/11/2012 a 30/11/2012
- 01/10/2012 a 31/10/2012
- 01/09/2012 a 30/09/2012
- 01/08/2012 a 31/08/2012
- 01/07/2012 a 31/07/2012
- 01/06/2012 a 30/06/2012
- 01/05/2012 a 31/05/2012
- 01/04/2012 a 30/04/2012
- 01/03/2012 a 31/03/2012
- 01/02/2012 a 29/02/2012
- 01/01/2012 a 31/01/2012
- 01/12/2011 a 31/12/2011
- 01/11/2011 a 30/11/2011
- 01/10/2011 a 31/10/2011
- 01/09/2011 a 30/09/2011
- 01/08/2011 a 31/08/2011
- 01/07/2011 a 31/07/2011
- 01/06/2011 a 30/06/2011
- 01/05/2011 a 31/05/2011
- 01/04/2011 a 30/04/2011
- 01/03/2011 a 31/03/2011
- 01/02/2011 a 28/02/2011
- 01/01/2011 a 31/01/2011
- 01/12/2010 a 31/12/2010
- 01/11/2010 a 30/11/2010
- 01/10/2010 a 31/10/2010
- 01/09/2010 a 30/09/2010
- 01/08/2010 a 31/08/2010
- 01/07/2010 a 31/07/2010
- 01/06/2010 a 30/06/2010
- 01/05/2010 a 31/05/2010
- 01/04/2010 a 30/04/2010
- 01/03/2010 a 31/03/2010
- 01/02/2010 a 28/02/2010
- 01/01/2010 a 31/01/2010
- 01/12/2009 a 31/12/2009
- 01/11/2009 a 30/11/2009
- 01/10/2009 a 31/10/2009
- 01/09/2009 a 30/09/2009
- 01/08/2009 a 31/08/2009